TCE-RJ condena ex-prefeito de Macuco por superfaturamento

23 / 03 / 2014

Rogério Bianchini foi prefeito de Macuco por oito anos. (Foto: Reprodução Internet)

Rogério Bianchini foi prefeito de Macuco por oito anos. (Foto: Reprodução Internet)

O ex-prefeito de Macuco, Rogério Bianchini, foi condenado a devolver aos cofres públicos o valor de R$ 17.384,00 (6.824,4808 Ufir-RJ), equivalente ao montante pago a mais em compra superfaturada de micro-ônibus, em 2007, para transporte de alunos do Ensino Fundamental residentes na zona Rural do município.

A compra, à época, custou R$ 143 mil aos cofres públicos. Pela irregularidade das contas, o prefeito também terá que pagar multa de R$ 12.736,50 (5 mil Ufir-RJ).

A decisão é do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ), em sessão plenária, nesta terça-feira (11/3), seguindo voto do relator do processo, conselheiro José Gomes Graciosa.

O ex-prefeito tem prazo de 30 dias para o recolhimento dos débitos ao erário, a contar da data do recebimento da notificação da decisão plenária.

Fonte: Jornal do Brasil